cela me rassure d'avoir la confirmation qu'il est des choses qui demeurent intactes * philippe besson

one of the secrets of a happy life is continuous small treats * iris murdoch

it's a relief sometimes to be able to talk without having to explain oneself, isn't it? * isobel crawley * downtown abbey

carpe diem. seize the day, boys. make your lives extraordinary * dead poets society

a luz que toca lisboa é uma luz que faz acender qualquer coisa dentro de nos * mia couto





20.9.08


gosto da s. ela vem ao comité de leitura, investe-se imenso. lê sempre muitos livros e tem sempre imensas coisas a dizer sobre os mesmos. trabalha nos chalets a pintar e a arranjar coisas que estejam estragadas. vem muitas vezes ao sábado de manhã, dia de mercado também. hoje veio, tinha acabado de ler o livro que levou de empréstimo na quinta-feita passada. diz que gostou muito. bem escrito, de leitura fácil, uma história de mulheres, para as mulheres, com sentimentos de mulheres e rematou dizendo que quem passou por isso compreende. trazia o cesto de palha, com as compras do mercado. as nuvens desapareceram e o sol tomou-lhes o lugar. e imagino a s…. tem mais idade do que parece, filhos crescidos e decidiu trocar paris pela montanha e pelos chalets. vejo-a de volta « à son village » que é a uns quantos kilometros daqui. imagino-a a fazer um almoço delicioso para este sábado, mesmo estando sozinha … o tempo permite tudo. chega a casa e põe flores frescas numa jarra. coloca um objecto, comprado pela manhã, a decorar um móvel antigo e depois do almoço vejo-a ir ao jardim, tomar conta dos legumes. imagino-a entrar dentro de casa, pela porta-janela, lavar as mãos e sentar-se na sua cadeira preferida para começar um novo livro…

… não conheço a s., vejo-a às quintas-feiras nos comités de leitura e quando passa por aqui aos sábados… gosta de falar de livros… mas quando olho para ela consigo imaginar isto tudo… no mês de setembro…

5 comentários:

T disse...

Gosto muito destas histórias.
Aliás foi por uma delas que comecei a lerte e que depois foste parar ao dias.
Beijos minha querida jzinha!

J. disse...

obrigada querida t. a ti e às historias que me levaram ao dias! ;)

bjs

* disse...

esta noite estiveste muito comigo. deitei-me mais cedo que o costume, e senti que tudo à minha volta era parecido contigo. arrumado, bonito, tudo como se de novo, mas familiar. deitei-me, acendi o meu candeeiro minusculo, e abri o fim de lizzie. o quadro de kokoscka na capa, percebi depois, na perspectiva das gaivotas. lembras-te do que tínhamos falado e combinado sobre ter saído no jornal? nunca mais encontrei as folhas... mas foi um acaso bom encontrá-lo à venda. comprei-o, ontem abri-o, assim. li-o todo, de início ao fim, sem parar. contava semear umas frases nos meus sonhos, mas não consegui interromper. e senti-te muito comigo. a tua companhia... um beijinho grande

J. disse...

;)

também o encontrei na feira do livro pela biblioteca editores independentes e "voltei" a compra-lo! quero ter tudo... acho que faço colecção... gosto tanto...

ainda bem que gostaste também! ;)

bjs

* disse...

quero ter tudo, acho que faço colecção... precisamente :)