cela me rassure d'avoir la confirmation qu'il est des choses qui demeurent intactes * philippe besson

one of the secrets of a happy life is continuous small treats * iris murdoch

it's a relief sometimes to be able to talk without having to explain oneself, isn't it? * isobel crawley * downtown abbey

carpe diem. seize the day, boys. make your lives extraordinary * dead poets society

a luz que toca lisboa é uma luz que faz acender qualquer coisa dentro de nos * mia couto





13.7.08


... talvez seja da idade… ou talvez da distância ou do muito tempo que tenho para pensar em certas coisas… vou pensando porque é que gosto tanto de algumas coisas e apercebo-me que tenho imensas recordações daquilo que gosto…

na semana passada houve uma leitora que fez uma doação de livros à mediateca porque ía mudar de casa. dentro dos dois caixotes enormes cheios de livros novos em folha (é caso para dizer) vi este livro da sarah kay e não resisti a pegar-lhe… à medida que o folheava vi desfilarem os meus domingos em lisboa, os dias em casa da minha avó, os fins de semana com os pais e com o meu irmão e a minha vida actual: as receitas, as compotas, as listas, os pic-nics… o tempo de disfrutar das coisas… as casas no campo… as cozinhas das avós e as mesas com travessas cheias de madalenas…o proust…

... o tricot, as caixas para guardar jóias, as caixas para guardar receitas… jardinar e pintar os vasos, ir às compras de cesto e ter um porta moedas, ter um quadro para a lista de compras “home made” pregado à parede, preencher cestinhos de verga com flores ou cestos com frutas frescas, fazer papagaios de papel, coleccionar coisas, ter uma lamparina em cima da mesa de cabeceira, escrever em quadros de ardósia, tomar banho numa banheira com pés e sem cortinado, escrever cartas, coser, fazer compotas, ter um vestido com um folho em baixo e usar botas e chapéu, dormir com um saco de água quente, fazer decorações para o natal…

... chamar-se madeleine, mireille, valentine, lili, bastien, charlotte, juliette, alice, manon, lola, théo, maîte, lilou, emma, laure… (mesmo que os nomes não sejam os originais…)

sarah kay no meu imáginário…

2 comentários:

pat disse...

mesmo a calhar, by sarah kay: http://digilander.libero.it/cinziaslittleworld/images/SARA23.gif
bjs

J. disse...

;)

também tenho essa ilustraçao no meu livro! ;)

... e sabes como se chama ao primeiro ano de casamento? sao as bodas de papel... by sarah kay ;)

bjs