cela me rassure d'avoir la confirmation qu'il est des choses qui demeurent intactes * philippe besson

one of the secrets of a happy life is continuous small treats * iris murdoch

it's a relief sometimes to be able to talk without having to explain oneself, isn't it? * isobel crawley * downtown abbey

carpe diem. seize the day, boys. make your lives extraordinary * dead poets society

a luz que toca lisboa é uma luz que faz acender qualquer coisa dentro de nos * mia couto





17.11.13

sidonie, meu grande amor



domingo e eu observo a sidonie.
ha varios dias que a observo e que me pergunto se isto tudo so esta a acontecer porque eu decidi trazê-la para lisboa ou se ainda bem que eu a trouxe porque, de outra forma, hoje em dia, ela nao teria condiçoes para sobreviver na natureza.

a sidonie comia pouquinho ha varios dias e na terça-feira quando a levei ao veterinario diagnosticaram-lhe uma otite, uma conjuntivite e receitaram medicaçao. coincidência ou nao desde que lhe pus as gotas nos olhos as pupilas dilataram completamente até que me apercebi que ao fim de 2 dias a sidonie nao conseguia olhar para mim e ia contra as coisas, ca em casa. voltei ao veterinario. a fazer um esforço enorme para nao chorar e para acreditar que ia correr tudo bem, que era so uma alergia às gotas e pronto. mas nao era. a sidonie tem um descolamento da retina, tem midriases refletidas, tem cataratas, deixou de ver e tudo isto ligado a uma hipertensao que nao se conseguiu ainda descobrir a origem, mas que parece estar ligada ao rim. bebe muita agua, faz muito xi-xi (ontem quase nada), come muito pouco e, por vezes, treme muito. fica terrivelmente assustada por nao saber onde esta e ja nem consegue saltar so sofa para o chao por nao conseguir medir as distâncias. eu estou tao triste de ver isto tudo, num domingo de manha, num domingo de outono, num domingo em lisboa. ha um ano atras ela era tao feliz, tao autonoma, tao selvagem, tao brava, tao caçadora e hoje é tao fragil.

sidonie, quero tanto que fiques boa, que nada de mal de aconteça, que recuperes a visao, que venhas ronronar para para o pé de mim sem medos, que para estares segura nao tenhas que dormir todas as noites em cima de mim sem que eu me mexa para poderes sentir-te bem, pelo menos naquelas horas. sidonie, quero tanto entrar em casa com o coraçao quentinho e com batimentos normais. sidonie quero tanto que estas lagrimas deixem de cair sobre o teclado…

tempos dificeis estao aqui ao lado. e eu tenho que ser forte.

10 comentários:

Blanche Cérise disse...

Ohhhhh coitadinha da Sidonie... agora fiquei com o coração apertado e a pensar nas minhas bichanas em Portugal :(!!!
Acho que se acontecesse comigo também ficaria desolada!

Beijos e muita coragem!

Carla R. disse...

Oh, Sidonie ...
Ja leste o ultimo livro de Luis Sepulveda, o "Historia de um gato e de um rato que se tornaram amigos ?".
Beijinhos

ann.dorinha disse...

ohh... fico com os olhos cheios de lágrimas porque percebo bem o que sentes.

Espero que a tua gatinha melhore rapidamente e tenho a certeza que ela sabe que esta protegida por ti.
Beijinhos e festinhas para a Sidonie.

Scarlet Red disse...

Um beijinho muito grande para Sidonie e outro para a dona...
fiquei de coração apertado :(

Mara Paz disse...

Custa muito ver os nossos amigos de 4 patas mal. Um abraço.

rosa ramos disse...

:(

um beijinho muito grande e muita força para ambas!

filosofiabotequim disse...

Espero que a sidonie melhore. É de cortar o coração quando a nossa família anda assim fraquinha.Mas com tanto amor, carinho e atenção ela voltará rapidamente ao que era. As melhoras.

Adriana Oliveira disse...

:(' estou a torcer muito para que a sidonie melhore rápido!

Cristina Basílio disse...

~Um grande xi coração para ti, J., e para a tua gatinha. Confia na sua recuperação. Acredito que ela esteja a refletir a grande mudança nas vossas vidas. Há um grande impacto, mas depois há uma normalização. Espero saber boas notícias em breve.

Vera João Espinha disse...

As melhoras e ainda bem que a trouxeste.