cela me rassure d'avoir la confirmation qu'il est des choses qui demeurent intactes * philippe besson

one of the secrets of a happy life is continuous small treats * iris murdoch

it's a relief sometimes to be able to talk without having to explain oneself, isn't it? * isobel crawley * downtown abbey

carpe diem. seize the day, boys. make your lives extraordinary * dead poets society

a luz que toca lisboa é uma luz que faz acender qualquer coisa dentro de nos * mia couto





14.7.13

por ai de cabelos ao vento



antes de sair de casa consultei a time out.
primeiro apetecia-me ir à descoberta de bairros onde raramente vou e decidi ir para a ajuda no electrico velhinho, mas quando vi que nao funciona ao sabado acabei por dar um salto ao mercado da ribeira. para além das frutas e dos legumes a time out dizia que havia banquinhas com outras coisas, antiguidades e afins, mas quando entrei havia umas seis banquinhas com pouca coisa e nenhum movimento. dei a volta, vi uma mesa linda,  cheia de fotografias da minha cidade e o dia ja valeu por isso. lisboa entendida, com molas. estender é um verbo que lhe assenta bem. por tanta coisa... pelo estender da roupa, pela vista estendida, pelo rio estendido... vi as fotografias e apetecia-me trazer quase todas. que ideia tao simples e tao boa, vender um olhar sobre a cidade. agarrei nesta foto, paguei-a e fui andando pela rua do arsenal, praça do municipio, entrei pela rua do comercio, depois rua de sao juliao, rua da conceiçao e vinham três electricos uns atras dos outros. o primeiro a abarrotar, o segundo meio vazio e o terceiro às moscas. corri para a paragem, arranjei um lugar à janela e fui até à graça. gosto de ver o sorriso dos turistas quando passa o amarelo torrado, e ha tantos turistas. senhorita j. de cabelos ao vento. chegando à graça apetecia-me fazer um roteiro fotografico, mas a vontade de andar de electrico era maior e voltei a enviar-me no 28. outro lugar à janela, desta vez  em direcçao a campo de ourique. parando aqui e ali. o sabado estava cinzento mole. entrei numa livraria e fiquei a "ver" livros e a conversar sobre gatos com a minha vizinha de sofa. um lanche surpresa na padaria portuguesa. também gosto de coisas improvisadas "podes daqui a 5 minutos? posso. entao vamos". 
e regresso a casa.

4 comentários:

Nuno Guronsan disse...

O quê??
Nada de "do you rock?" hoje???

Ai ai ai

Fica aqui a a minha banda sonora de domingo de manhã :http://youtu.be/DHUes0dGjUI

Bons passeios e beijocas!!

J. disse...

pois é... acho que ja nao "rocko" ha duas semanas... tenho andado sem musicas de domingo :) vou ouvir a tua :)
bjs

rosa ramos disse...

Eu venho para Lisboa todos os dias, trabalhar. Conheço mal a cidade e estes teus posts só me fazem ter vontade de começar a conhecer melhor. Um destes dias, também eu que pego na máquina e venho conhecer Lisboa. ;)

J. disse...

oh! eu adorava ver as tuas fotografias de lisboa :) traz a maquina ja amanha :)