cela me rassure d'avoir la confirmation qu'il est des choses qui demeurent intactes * philippe besson

one of the secrets of a happy life is continuous small treats * iris murdoch

it's a relief sometimes to be able to talk without having to explain oneself, isn't it? * isobel crawley * downtown abbey

carpe diem. seize the day, boys. make your lives extraordinary * dead poets society

a luz que toca lisboa é uma luz que faz acender qualquer coisa dentro de nos * mia couto





5.12.06

ossos do ofício...


... a frase mítica dos leitores… sejam eles de que tipo forem...

- boa tarde, já arrumou todos os livros que foram devolvidos pelos leitores?
- sim, arrumei-os agora mesmo
- que chatice, é que normalmente costumo escolher um livro dentro dos que foram devolvidos...porque os livros lidos por outras pessoas devem ser os mais interessantes

- não necessariamente...
- há uns tempos li um livro que me interessou, era o segundo volume de uma série, e agora gostava de ler os outros…
- e lembra-se do autor, do título ou de outra informação referente ao livro?
- eu sei lá, eu leio tantos que já não me lembro…

... e nós, será que daqui a uns anos, quando acharmos que já lemos muitos livros não vamos lembrar-nos daqueles que gostamos ?

4 comentários:

Lady Mizar disse...

Lamento, mas tenho dois exemplares lá em casa que confirmam essa tua dúvida.
Pelo sim pelo não, vou colocá-los (aos livros preferidos e não aos pais) numa prateleira especial: a dos livros eleitos!

Abraço,
Mizar

r. disse...

estranha mania essa de escolher entre as leituras de desconhecidos... mas, pensando melhor, até pode ser uma boa forma de descobrir novos autores

J. disse...

é uma mania muito frequente nos leitores desta biblioteca... acho que esta atitude vem sobretudo de uma grande preguiça...

J. disse...

uma prateleira especial para os livros eleitos é uma boa ideia... às vezes também tenho vontade de ter uma...