cela me rassure d'avoir la confirmation qu'il est des choses qui demeurent intactes * philippe besson

one of the secrets of a happy life is continuous small treats * iris murdoch

it's a relief sometimes to be able to talk without having to explain oneself, isn't it? * isobel crawley * downtown abbey

carpe diem. seize the day, boys. make your lives extraordinary * dead poets society

a luz que toca lisboa é uma luz que faz acender qualquer coisa dentro de nos * mia couto





14.2.13

amanha


fala-se de livros de amor e de livros eroticos na biblioteca.

senhorita j. gostava muito de saber, dentro destas duas categorias, quais sao os vossos livos preferidos. bem sabe que estas questoes, a maior parte das vezes, ficam sem resposta, mas decidiu perguntar na mesma. anyone?

7 comentários:

Miss Desastre disse...

Honestamente leio de ambas catgorias.
Aliás um bom livro erótico pode também ser um bom romance e vive versa. Leio muito mais livros românticos do que eróticos, numa proporção de 5 para 1, mas cada um no seu contexto se assim podemos dizer ajuda-nos a sonhar!

E 1 resposta já tens :)
Beijinhos

J. disse...

ola miss desastre :) bem-vinda ao azul turquesa!
e titulos, partilhas connosco? qual o romance de amor da tua vida e/ou qual o livro erotico da tua vida? :)

bj

Nuno Guronsan disse...

Menina J., assim de repente, da obscuridade das minhas memórias literárias, sempre achei o "Por quem os sinos dobram" do mestre Hemingway uma belíssima e trágica história de amor. Que me dizes tu?

E já tens 2 respostas! :)))

Beijos!

B. Cérise disse...

Romance de amor escolho o 'Pássaros feridos'. Já o li duas vezes e fica-me sempre engasgado durante uns tempos e não me deixa ler mais nada...
Literatura erótica não é muito a minha onda, mas posso dizer que 'As sombras de grey' dão um empurrãozinho à libido;)

Beijos*

(tenho andado mais introspetiva, por isso os comentários têm sido poucos, mas o ânimo está a melhorar, por isso já vou estando por cá mais assiduamente!)

Rita disse...

Romances de amor não são o meu forte, eróticos já li algumas coisas: Anais Nin (muito boito), Bucowski (li há bastante tempo e na altura achei um pouco difícil) e já a passar de erótico para o lado do inimigo, Marquês de Sade, para além do picante adoro a ironia. E tu, o que aconselhas?

Ana Fernandes disse...

... esta pergunta agora deixou-me a pensar... dei-me conta que os livros que leio não se encontram em nenhuma destas categorias, passo o tempo a ler diários de guerra, guerrilha e de viagens entre outros... mas deixo aqui um livro de amor que me marcou bastante e há muito tempo e depois desse mais nenhum o superou: As Pontes de Madison County (tb existe o filme, do qual gostei mas ficou muito aquém da profundidade a que podemos ir com o livro)

sandra disse...

Olá senhorita J.! Conheci o teu blog, que aprecio bastante, através da Sofialgarvia e de vez em quando espreito mas nunca comentei. Sou apaixonada por livros e leio essencialmente romances. Adoro livros que misturem romance, comida e Itália. Também gosto de romances históricos. Anthony Capella é um autor que junta todos estes ingredientes e ainda um toque de erotismo. Para mim, a mais arrebatadora história de amor de sempre é o Monte dos Vendavais (parece-me que partilhamos esta ideia). Convido-te a visitar o meu blog e desejo-te muitas felicidades!!! Sandra Baltazar