cela me rassure d'avoir la confirmation qu'il est des choses qui demeurent intactes * philippe besson

one of the secrets of a happy life is continuous small treats * iris murdoch

it's a relief sometimes to be able to talk without having to explain oneself, isn't it? * isobel crawley * downtown abbey

carpe diem. seize the day, boys. make your lives extraordinary * dead poets society

a luz que toca lisboa é uma luz que faz acender qualquer coisa dentro de nos * mia couto





8.8.12

quando uma bibliotecaria é preconceituosa com a sua propria « espécie » ?

preconceituosa ou com uma enorme capacidade de observação, a verdade é que não falho uma. sou a primeira a levantar a espada quando vêm com as teorias das bibliotecarias com os oculos assim e com a roupa à moda antiga e sem qualquer corte de cabelo. a verdade é que ha (ou havia) um estilo (sem estilo ?) de bibliotecarias que foi substituido por uma imagem arrojada de miudas sempre de oculos e chignon muito bem feitinho, com os labios pintados de vermelho a trincarem um lapis e a olharem por cima dos oculos, de camisa aberta até ao soutien, meias rendadas e saltos altos. quanto a mim, esta imagem não passa disso mesmo porque não é possivel num emprego destes trabalhar com este tipo de indumentaria, em todo o caso, numa biblioteca municipal onde é mais frequente andar-se de joelhos a procurar e arrumar livros, sentar-se no chão a ler historias, etc. talvez haja bibliotecarias destas na parte da catalogação mas, no terreno, duvido e se as ha, tiro-lhes o chapéu (que não tenho, mas a intenção esta la). desengane-se quem pense que isto de ser bibliotecaria ou livreira é um trabalho intelectual. ha uma parte extremamente fisica que ja trouxe muitas dores nas costas a muita gente ; é que os livros são pesados pelos formatos, pelo numero de paginas (e, claro, pelas ideias vêm la dentro). enfim… dizia eu, e não me enganei que, hoje, quando entrou uma senhora com a descrição que fiz da bibliotecaria à moda antiga, lhe tirei logo a pinta e tive a confirmação assim que ela me fez a primeira pergunta. depois desta disseratação concluo que ou sou uma pessoa com uma excelente capacidade de observação... embora também haja uma grande probabilidade de eu, sem saber, me incluir nesse look das bibliotecarias à moda antiga e reconhecer facilmente os meus semelhantes!


(é obvio que os bibliotecarios não se resumem a estas descrições por isso, deixo aqui beijos e abraços a todos os outros "modernaços" e charmosos, que também são muitos)

1 comentário:

Scarlet Red disse...

Tenho uma amiga de infância bibliotecária e acho sempre que se veste à velha :D ah ah ah!