cela me rassure d'avoir la confirmation qu'il est des choses qui demeurent intactes * philippe besson

one of the secrets of a happy life is continuous small treats * iris murdoch

it's a relief sometimes to be able to talk without having to explain oneself, isn't it? * isobel crawley * downtown abbey

carpe diem. seize the day, boys. make your lives extraordinary * dead poets society

a luz que toca lisboa é uma luz que faz acender qualquer coisa dentro de nos * mia couto





26.9.07

... os meus critérios para escolher uma casa para viver são particulares... e nestes últimos tempos mudei de casa algumas vezes. na penúltima vez disse que sim assim que vi o jardim. da última vez disse que sim quando vi a vista do terraço...


... e a villa pommiers é o letreiro, é a cor, é o nome... afinal gosto de casas com nomes de frutos... deve ser quase como viver numa árvore...

... e acho que (em segredo) se voltar a mudar de casa tem que ser para uma destas duas... a primeira está a cair de podre, mas não consigo resistir a esse facto, ao nome da casa e ao letreiro na parede, à conjugação das paredes cor de rosa com as janelas azuis... e à simplicidade dos vasos com flores à janela no meio de tanto abandono...

2 comentários:

Lenore disse...

A primeira!!!faz-me lembrar a Frida Khalo, eheheh, é quente...

* disse...

compreendo-te bem... é linda.