cela me rassure d'avoir la confirmation qu'il est des choses qui demeurent intactes * philippe besson

one of the secrets of a happy life is continuous small treats * iris murdoch

it's a relief sometimes to be able to talk without having to explain oneself, isn't it? * isobel crawley * downtown abbey

carpe diem. seize the day, boys. make your lives extraordinary * dead poets society

a luz que toca lisboa é uma luz que faz acender qualquer coisa dentro de nos * mia couto





22.7.08

gosto quando chegam ao balcão dos empréstimos e me chamam mademoiselle sem saberem...

gosto quando os leitores chegam e, se eu lhes perguntar, dizem que gostaram deste e daquele livro por certas razões...

gosto quando estou a conversar com uma leitora, alguém devolve livros e se junta um grupo a trocar opiniões sobre as mais recentes leituras...

... passar os dias a pensar em livros, a lê-los, a falar sobre eles a pesquisar parece-me um trabalho de sonho…

10 comentários:

pat disse...

e depois de 23 de agosto vais retificar e dizer-lhes "madame" ou vais continuar a ser uma mademoiselle apenas para os leitores da biblioteca?
mademoiselle é muito mais coquete;)

(falta 1 mês e 1 dia!)
bjs

J. disse...

(em segredo) também gosto mais de mademoiselle ;)

... depois deixo-me ficar com os dois, mademoiselle para os leitores que nao sabem e acham que tenho ar de mademoiselle (porque isto de ser mademoiselle tem a ver com o ar jovem ;))e madame para mim, para ele, para os que sabem e para a papelada...

... mas olha que mademoiselle começa a ser raro. no outro dia estava a conversar com uma "jovem" leitora e ja nao sei porquê perguntei "mas sao pessoas novas?" ela disse-me "mais ou menos devem ter a sua idade" :(... ha que aproveitar o mademoiselle... ;)

mir disse...

lembro-me de uma discussão no metro, com o fiscal insitentemente a chamar-me madame (tinha o marido ao lado)... irritou-me tanto! Naquele contexo "madame" soava tão ofensivo que só me lembrava as "madames" dos bordéis...

Nunca mais ouvi esse nome da mesma forma :)

J. disse...

pois é, para mim, antes, madame também tinha um pouco esse significado, mas aqui fui ouvindo tantas vezes e agora um "bonjour madame" até me parece um cumprimento cheio de classe... desde que se diga apenas o apelido madame bonnevie, por exemplo... porque se disser bonjour madame florence bonnevie, ai voltamos ao tempo dos bordeis! ;)e nao sei o que me pode acontecer... ;)

Paulo disse...

Um pouco fora do contexto, só para dizer que Mme. Catherine Ringer dá esta noite em Paris o ultimo concerto.
Os Rita Mitsouko sem Frederic Chichin, acabam.

J. disse...

nao sabia e com muita pena minha... mas ha coisas que nao voltam a ser as mesmas quando falta algo ou alguém muito importante...

para os que nao conhecem rita mitsouko e para os conhecem e querem relembrar espreitem aqui http://oblogazulturquesa.blogspot.com/2008/01/blog-post_24.html, num post deixado no azul turquesa 2 meses apos a morte de frederic chichin...

Paulo disse...

Os anos 80 foram bons, sobretudo por terras de França, como disse José Mário Branco.

J. disse...

e em portugal também... ha muitas referencias dos anos 80 que ficaram... o azul turquesa é um nostalgico dos 80's ;)... mas ha outros ;)

Paulo disse...

Salvo erro e se a memória não me trai, foi o Mondino que fez este video-clip, como se dizia nestes anos da graça de 80.

B. Cérise disse...

Acho que vais gostar do que escrevi sobre ti e que vai sair no blog amanhã :) Tem tanto a ver com isto!

Beijinhos*