cela me rassure d'avoir la confirmation qu'il est des choses qui demeurent intactes * philippe besson

one of the secrets of a happy life is continuous small treats * iris murdoch

it's a relief sometimes to be able to talk without having to explain oneself, isn't it? * isobel crawley * downtown abbey

carpe diem. seize the day, boys. make your lives extraordinary * dead poets society

a luz que toca lisboa é uma luz que faz acender qualquer coisa dentro de nos * mia couto





8.8.07

agora mudei de supermercado. prefiro menos gente na fila à maior diversidade de produtos. e lá fui eu, à hora do almoço, comprar meia duzia de coisas que me tinha esquecido de comprar ontem... e não é que nas minhas deambulações pelos corredores dou com mais um móvel de produtos portugueses?

os móveis de produtos gastronómicos portugueses proliferam e o meu móvel de livros em língua portuguesa pode estar em vias de extinção…

mas eu não fico ressentida com estas coisas e é por isso que hoje à noite vamos comer uma feijoada de lata…

4 comentários:

angi disse...

:) depois diz-me daí dos alpes se a feijoada de lata vale a pena, que sou capaz de aderir...

J. disse...

... nao se pode dizer que valha a pena... mas desenrasca ;)

magarça disse...

esta lata faz-me recordar acampamentos de férias! um truque para enriquecer a feijoada: fazer um bom refogado primeiro e juntar mais chouriço.

J. disse...

as latas trazem sempre recordações campistas, r.

;)

é verdade esse truque do refogado... não te sabia tão por dentro desses truques culinarios...